HOMENAGEM AO NOSSO AMIGO JOSÉ MAGALHÃES

 Como temos vindo a divulgar o nosso amigo José Miranda Magalhães faleceu, no passado dia 6, tendo sido hoje o seu funeral em Vila do Conde, sua terra natal.

Um grupo de amigos juntou-se em Lisboa para lhe prestar uma singela homenagem e realizar a Celebração da Palavra, antes da partida para Vila do Conde.

Muitos têm sido os que nos enviaram mensagens lembrando o padre, o homem e sobretudo o amigo, fazendo menção ao apoio recebido nas horas difíceis da vida, com a sua presença inesperada, com uma conversa ao telefone ou com uma mensagem por escrito.

De 1963 a 1972 o José Magalhães foi assistente diocesano da ACR e JARC do Patriarcado tendo percorrido com o entusiasmo, que lhe era conhecido, toda a diocese apoiando e dinamizando os grupos de base que se espalhavam pela vasta área diocesana (hoje dioceses de Lisboa, Santarém e Setúbal), fazendo amizades que perduraram pela vida fora.

 Foi um grande Assistente Diocesano da Ação Católica, durante 9 anos, no Patriarcado de Lisboa. Muitos cristãos foram marcados na sua formação pelo seu dinamismo.

A sua proximidade com as pessoas, a participação em casamentos, festas de família, ou, simplesmente, no convívio quando batia de passagem à porta de um ou de outro, deixando uma palavra amiga, marcaram para sempre a vida de muitos de nós.

Após ter saído de assistente diocesano partiu para o Brasil onde durante 2 anos integrou o clero Nordestino, no tempo do D. Helder da Câmara.

Voltou a Portugal e trabalhou no Instituto Nacional de Emprego,  tendo  tido um papel muito importante, concretamente, no projeto das ILEs  (Iniciativas Locais de Emprego) e sempre muito atento a toda a problemática e drama do desemprego em Portugal.

 Aí manteve plena fidelidade a si próprio e aos seus ideais, incluindo a vivência cristã, atuando, como leigo, na transformação salvífica do mundo. Preservou sempre a vinculação às causas dos mais desfavorecidos, lutando indelevelmente por um mundo -  onde já se encontra - de fraternidade efetiva, plena e perene. 

A nossa homenagem  a um homem bom e generoso, mas igualmente de grande exigência e frontalidade. Deus o acolha no Seu Reino eterno. Ali vai encontrar tantos dos nossos amigos comuns que já lá estão.

Que a sua alma descanse em Paz e o seu exemplo permaneça presente nos nossos corações, guiando os nossos passos na construção de um mundo novo, mais justo e fraterno.

O Conselho de Administração da Fundação João XXIII-Casa do Oeste

Ribamar, 8 de Dezembro de 2018
 

 

WORKSHOP: “INTERPRETAÇÃO DO PATRIMONIO NATURAL E CULTURAL
DATAS. 19 E 20 DE JANEIRO
Workshop "Interpretação do Património Natural e Cultural como ferramenta de educação ambiental e gestão sustentável de áreas visitadas"
Esta atividade faz parte do Projeto Educar na Terra apresentado pela Fundação João XXIII-Casa do Oeste ao Orçamento Participativo de Ribamar em parceria com a Junta de Freguesia.
FORMADOR:  Pedro Morais [Interpretare - Associação de Interpretação do Património Natural e Cultural]
LOCAL: Instalações da Junta de Freguesia Ribamar
DESTINATÁRIOS: técnicos de autarquias, professores, educadores, monitores de ar livre, escuteiros, técnicos de centros e museus e outros interessados.

Inscrições Gratuitas, obrigatórias e limitadas a 20 participantes.

 PROGRAMA:

Sábado (19 de Janeiro)
 14:00h Receção dos participantes. Apresentação dos participantes e Início da formação. Fundamentos da IP
 16:00h Pausa para café
 16:15h Fundamentos da IP (cont.).
 Planeamento da IP. Meios de interpretação.
 Avaliação da interpretação
18:00h Final da sessão

Domingo (20 de Janeiro)
 09:00h A aplicação da IP às diferentes áreas de trabalho dos participantes
 10:00h Trabalho de Campo para levantamento de recursos
 11: 00h Trabalho Prático – Planeamento da interpretação
 13:00h Pausa para Almoço
 14:00h Trabalho Prático – Planeamento da interpretação (cont.)
 16:00h Pausa para café
 16:15h Apresentação dos trabalhos.
 Avaliação e entrega dos certificados
 18:00h  Final da Formação.
CURRICULUM DO FORMADOR PEDRO MORAIS:
Consultor e formador em Ecoturismo e Interpretação do Património. Doutor em Ecologia pela Universidad Autónoma de Madrid. Mestre em Educação pela University of London. Licenciado em Engenharia Agrícola - Extensão Rural pela Universidade de Évora. Investigador na componente educativa do ecoturismo. Foi membro do Laboratório de Socio-ecossistemas da Universidad Autónoma de Madrid (www.laboratoriosocioecosistemas.es) e do CERNAS Centro de Investigação em Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade (www.esac.pt/cernas). Foi docente nos mestrados em Ecoturismo e Agricultura Biológica e nas licenciaturas de Eco-agroturimo / Ecoturismo, Engenharia do Ambiente e Engenharia Agro-Pecuária, na ESAC - Escola Superior Agrária de Coimbra entre Outubro de 2000 e Novembro de 2011. Fundador e diretor da INTERPRETARE – Associação de Interpretação do Património Natural e Cultural.
CONTAMOS COM A VOSSA PRESENÇA. DIVULGUEM JUNTO DOS POSSIVEIS INTERESSADOS.
Destinatários: técnicos de autarquias, professores, educadores, monitores de ar livre, escuteiros, técnicos de centros e museus e outros interessados.

Inscrições Gratuitas, Obrigatórias e limitadas a 20 participantes. [ver 'bilhetes']


Programa completo:

Sábado (19 de Janeiro)
|14:00| Recepção dos participantes. Apresentação dos participantes e Início da formação. Fundamentos da IP
|16:00| Pausa para café
|16:15| Fundamentos da IP (cont.).
Planeamento da IP. Meios de interpretação.
Avaliação da interpretação
|18:00| Final da sessão

Domingo (20 de Janeiro)
|09:00| A aplicação da IP às diferentes áreas de trabalho dos participantes
|10:00| Trabalho de Campo para levantamento de recursos
|11: 00| Trabalho Prático – Planeamento da interpretação
|13:00| Pausa para Almoço
|14:00| Trabalho Prático – Planeamento da interpretação (cont.)
|16:00| Pausa para café
|16:15| Apresentação dos trabalhos.
Avaliação e entrega dos certificados
|18:00| Final da For

REUNIÃO DO CONSELHO DE FUNDADORES
DIA 8 DE DEZEMBRO
Realiza-se no dia 8 de Dezembro, com inicio ás 17,00h, o Conselho de Fundadores  para  apreciação do Plano de Atividades e Orçamento para 2019 da Fundação João XXIII, apresentado pelo Conselho de Administração.
 Lembramos que são membros fundadores as pessoas que fizeram a sua doação e cujos nomes integram a Ata inicial de constituição da Fundação, a Ação Católica Rural (A.C.R.), a Juventude Agrária e Rural Católica (J.A.R.C.) e ainda todos os membros que subscreveram, posteriormente, a sua adesão e cujos nomes se encontram registados no livro de atas tendo assumido o compromisso de apoiar a Instituição nos seus objetivos e atividades programáticas e nas suas despesas, através de contributo pecuniário e prestação de trabalho voluntário – num total de umas 200 pessoas.
Convidamos todos à participação nesta assembleia onde serão abordados assuntos de grande importância para a Fundação.

                CONSELHO DE FUNDADORES (ASSEMBLEIA GERAL)
                         CONVOCATÓRIA
Nos termos dos Estatutos, convoco V. Excia para a Sessão Ordinária do Conselho de Fundadores que terá lugar, na sede, no dia 08 de Dezembro de 2018, às 17,00 horas.
Proponho como ordem de trabalhos a seguinte:
  1. Leitura da Ata
  2. Informações
  3. Apreciação e votação do Plano de Atividades e Orçamento de 2019
  4. Outros assuntos
 Se à hora marcada para o início dos trabalhos não se encontrarem presentes mais de metade dos Fundadores, a reunião começará meia hora mais tarde com qualquer número.
Casa do Oeste, 11 de Novembro de 2018
O Presidente do Conselho de Fundadores
José de Oliveira Guia


 
PATRIMONIO NATURAL E CULTURAL EM RIBAMAR

No fim-de-semana de 1 e 2 de Dezembro o Educar na Terra [projecto de Orçamento Participativo da freguesia de Ribamar, promovido pela Casa do Oeste] encerra o seu ciclo anual de actividades e formações com chave-de-ouro: um workshop de Interpretação de Património Natural e Cultural, como ferramenta de educação ambiental e gestão sustentável de áreas visitadas. Esta formação teórico-prática, especialmente dirigida a técnicos de autarquias, professores e educadores, monitores de ar livre, escuteiros, técnicos de centros e museus, decorrerá nas instalações da Junta de Freguesia de Ribamar, terá a duração de 8h, distribuídas entre a tarde de sábado (1Dez.) e o dia de domingo (2Dez.), terá como formador Pedro Morais, fundador e dirigente da INTERPRETARE – Associação de Interpretação do Património Natural e Cultural.

Após uma série diversa de actividades de partilha sobre diversas temáticas desta e nesta terra, indo da vegetação à fauna ou a diversas actividades tradicionais e memórias, vamos aprender agora sobre formas de transmitir estas e outras informações sobre o património natural e cultural que nos rodeia, para que os saberes que encerra sejam acessíveis e conhecidos por quem habita e passa pelos lugares.

Deixamos o apelo para que aproveitem esta oportunidade formativa, completamente gratuita, e a última do projecto Educar na Terra! Poderão fazer a inscrição no evento de facebook da nossa página (link abaixo) ou para o email educar-na-terra@gmail.com [nome completo, data de nascimento, NIF, contacto].

Para mais informações:



Formulário de inscrição:


Sobre o formador: http://www.pedromorais.eu/


 

FESTA DAS COOLHEITAS NA CASA DO OESTE
No passado domingo, dia 28 decorreu na Casa do Oeste a tradicional Festa das Colheitas muito concorrida e com muita animação.
Esta festa é uma ação de graças pelos bens que a terra nos dá, com o trabalho do homem que laboriosamente trabalha os campos.
É também, na Casa do Oeste, o dia da entrega dos compromissos  dos grupos da Ação Católica Rural para o ano pastoral que agora se inicia.
Para além de uma festa de convivo e de ação de graças  muitos trazem produtos para venda para angariar fundos para apoio ás atividades que se realizam ao longo do ano na Casa do Oeste.
Mas para isso é preciso que todos comprem o que lá se junta fruto das ofertas…o que efetivamente acontece.
É um dia de alegria e muita generosidade para todos os que participam na Festa das Colheitas.
A animação da tarde cultural contou com a colaboração do grupo Coral do Arelho, Óbidos  e a gaita de foles e cavaquinho executados pelo Valter.
Muito concorrido foi o atelier sobre sementes  organizado pelo Projeto Educar na Terra,  do Orçamento participativo de Ribamar.
A venda de filhoses (do grupo de S. Mamede), de água pé ( do grupo do Bombarral)  das frutas  hortaliças, bolos, livros, bazar…( dos grupos da Lourinhã, Ribamar, Sto. Isidoro, Achada, Caldas, Óbidos…etc)  deram uma grande e forte animação pela tarde fora….no próximo ano há mais… 





OUTONO COM EDUCAR NA TERRA
Chegamos ao final de Outubro com a barriga cheia de actividades e novos saberes em torno de bicharada silvestre, plantas e sementes!

Depois da Sessão ‘Cine com Natureza’, dedicada à biodiversidade, na antiga Escola Primária, agora Espaço Museológico local, a exposição entomológica da Maceira “Pequenos mas Importantes”, da associação ambiental e cultural Vaklouro, continuou de portas abertas até dia 21, acompanhando os dias da festa popular em honra de Nossa Senhora de Monserrate. Visitaram a exposição cerca de 200 pessoas de diversas idades desde o dia da sua abertura, incluindo as visitas especiais dos utentes do Centro de Dia e dos pequenotes da Creche, Prolongamento e CATL do Centro Social e Cultural de Ribamar, bem como de um grupo oriundo de Almoster (Santarém) que veio a Ribamar visitar a interessantíssima exposição permanente do espaço museológico, ‘Navegar no Passado’ de Estêvão Alexandre Henriques.
No passado fim-de-semana, no âmbito da Festa das Colheitas da Casa do Oeste, tivemos o enorme prazer de receber a Oficina de Recolha e Conservação de Sementes com a Frederica Teixeira, do projecto Círculos de Sementes. A audiência esteve atenta e participativa e os temas abordados muito interessantes, desde noções básicas de botânica para entendermos melhor sobre as plantas e a sua reprodução, aos vários cuidados a ter para obter e guardar boas sementes para as nossas hortas, a temas mais críticos que ameaçam a nossa soberania alimentar, como a situação actual de produção alimentar dominada por grandes empresas agroalimentares e a expansão dos OGM’s (organismos geneticamente modificados) na alimentação. Nestas reflexões pudemos também contar com a presença e contributo valioso da Lanka Horstink da Campanha pelas Sementes Livres, da associação ambiental GAIA. São iniciativas como estas de partilhar saberes, fazer as nossas hortas, ajudar nas hortas dos vizinhos e amigos, espalhar a palavra, que semeiam bonitas e fortes resistências na defesa de territórios em que a vida possa florescer na sua diversidade de ritmos, formas, cores e conexões. Para celebrar o final da oficina e deixar bem plantadas estas ideias, inaugurámos uma Sementeca, ou biblioteca de sementes, na companhia da Leonor Valfigueira que nos apresentou esta iniciativa. Esta colorida caixinha construída pela equipa do Educar na Terra serve para fazermos as nossas trocas e empréstimos de sementes livres, e ficará à vossa disposição na loja solidária da Casa do Oeste.   
Agradecemos a todas as pessoas que têm feito parte destes encontros e partilhas, desde formadores, a participantes, às casas e entidades que nos têm recebido e a quem, mesmo que por vezes não consegue estar presente, vai espalhando a palavra! Estará para breve a última actividade do Educar na Terra, nesta edição de Orçamento participativo da freguesia de Ribamar…mantenham as antenas no ar!
Mais informação:
- Círculos de Sementes: http://circulosdesementes.blogspot.com
- Campanha pelas Sementes Livres: [https://gaia.org.pt/sementeslivres/]

_



CONVITE

FESTA DAS COLHEITAS

Convidamos todos os militantes da ACR e da JARC bem como todos os Amigos da Casa do Oeste/Fundação João XXIII a vir à Festa!

Tempo de agradecimento pelos "frutos" que a terra nos deu, tempo de compromisso. Os militantes da ACR e JARC apresentam os seus compromissos para o novo Ano Apostólico.

Tempo para homenagear e agradecer o dom da vida do Pe  Alfredo Manuel Cerca.

 Tempo de solidariedade para com esta Casa que é para o serviço de todos.

Traz a tuas oferendas para as vendas, vem comprar os  produtos oferecidos.

Tempo de convívio entre os amigos da Casa do Oeste.

Convida os teus familiares e amigos.

Contamos Contigo!

 Dina Franco Silva e Pe Batalha