FESTA DE ANIVERSÁRIO DO Pe BATALHA
APONTAMENTO DE REPORTAGEM
Dia 13 de julho, o dia do Dom da Vida do Padre Batalha, foi celebrado festivamente na Igreja Paroquial de Ribamar, pelas 20:30, numa eucaristia muito especial.
Sendo celebrativa dos seus 80 anos foi também o reconhecimento dos 20 anos ao serviço desta paróquia, onde a entrega foi testemunhada pela gratidão de tantos que partilharam belas palavras, reveladoras da dimensão da sua obra.
Os grupos de ação pastoral da paróquia trouxeram ao ofertório os símbolos da sua caminhada enquanto cristãos, ofertando o trabalho de um pastor atento que cuida do seu rebanho - o padre Batalha.
De pé, antes de se cantar os parabéns, escutou-se  a “Avé Maria” cantada pela Ana Ventura.
A Igreja estava repleta de gente, além dos seus paroquianos, familiares, amigos pessoais, amigos vindos de diferentes lugares, grupos ACR, Plataforma de Intervenção social, autarquia local, onde a sua vida pastoral  deixou, deixa e deixará a “pegada de Cristo”, pois é sua razão de Viver.
À entrada da Igreja num painel todos puderam registar livremente o seu testemunho e gratidão. Que bonitos e significativos sinais de reconhecimento da sua Obra!
No final após os abraços e beijos de gratidão pela sua Vida, da entrega de lembranças, confraternizou-se um lanche, ao som dos parabéns, das conversas emocionadas, no salão de festas de Ribamar.
Todos estão de parabéns: o Padre Batalha pelo Dom da Vida e os que com ele a partilham, cruzando os seus caminhos.
Celina




 

PARABENS Pe BATALHA
O presidente da Fundação João XXIII, o nosso querido Pe Joaquim Batalha, celebra hoje o dia do seu 80º aniversário. Os restantes elementos do Conselho de Administração vêm deste modo assinalar este feliz acontecimento e desejar-lhe as maiores felicidades e fazer votos de que continue com a mesma dedicação, generosidade e vitalidade a contribuir para levarmos por diante os desígnios deste grande projeto que é a Fundação / Casa do Oeste.
 A ele se deve, em grande parte, este sonho tornado realidade com o contributo de muitos ao longo de quase 50 anos. Ao timoneiro, ao companheiro de jornada, ao amigo dos bons e maus momentos, ao homem de esperança e de fé, ao padre simples e fraterno, ao animador de comunidades que se querem adultas, responsáveis e colaborantes, enfim, ao Batalha Amigo, em nosso nome e de quantos têm a casa do Oeste como referência dos grandes valores humanos e cristãos, um grande abraço de parabéns e o nosso muito obrigado.

CAMPO DE FÉRIAS NA CASA DO OESTE
DOS 9 AOS 12 ANOS

Vamos realizar mais um Campo de Férias, na Casa do Oeste – entre 26/8 a 1 de Setembro/2018 – para ao mais novos, dos 9 aos 12 anos que, à semelhança de anos anteriores constituirá uma experiencia de muito valor para os que nela participem.
Vão ser uns dias de alegria, de convívio e ao mesmo tempo de jogos e de aprendizagem – formação em convívio alegre. Este campo é promovido e organizado em parceria com a ACR, a JARC e a Fundação João XXIII.
Façam as Inscrições quanto antes, para podermos organizar as coisas atempadamente.
Convidem outros amigos a virem participar também nesta viagem alegre/divertida que, entre o jogo e a oração, contribuirá para aprender o que é ser um bom cidadão.

Contamos convosco. Uma equipa de monitores bem preparados e responsáveis espera por vocês.
Até lá. Venham já as inscrições!

















Qualquer informação contacta o secretariado da Casa do Oeste por telefone, 261 422790 ou por mail  geral@casadooeste.pt

 

SEMANA DAS FAMILIAS
SEMANA DE ESTUDOS

 Vai decorrer de 2 a 5 de Agosto, na Casa do Oeste, mais uma SEMANA DAS FAMILIAS / SEMANA DE ESTUDOS, uma atividade cheia de pergaminhos que a Ação Católica Rural da diocese de Lisboa realiza há 43 anos.
É um momento forte de reflexão, de partilha, de criatividade, de lazer e convívio…

 Este ano a equipa organizadora escolheu como tema central FÉRIAS COM ARTES que tem os seguintes sub temas de trabalho: Arte na vida ou vida na Arte (2 de agosto); Atreve-te a criar (3 de agosto); Ser poeta é…(4 de agosto); Cultivar as artes na comunidade (5 de agosto).

 Os depoimentos de quem tem participado nas anteriores Semanas são muito positivos o que leva a ACR a procurar todos os anos encontrar uma equipa dinâmica e inovadora para preparar e dinamizar esta atividade.

A ACR convida-te a participar na Semana das Famílias 2018 - FÉRIAS COM ARTE.
Vem descobrir a arte na vida e viver a vida com arte!
Uma aventura da família com a família mais alargada dos amigos da Casa do Oeste! 

Há um serviço de apoio às crianças para que os pais ou avós possam participar tranquilamente nos trabalhos.
Todas as pessoas interessadas se podem inscrever independentemente de terem já participado ou não em atividades na Casa do Oeste.
Ficam aqui algumas informações mas se quiseres ter mais pormenores sobre esta atividade contata o secretariado da Casa do Oeste…
INSCREVE-TE JÁ!
CONVIDA AMIGOS E FAMILIARES!


EDUCAR NA TERRA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O projecto de Orçamento Participativo da Autarquia de Ribamar promovido pela Casa do Oeste apresenta as próximas actividades a decorrer no início do mês de Julho, em colaboração com várias entidades locais:
 
- 5 JULHO - "Plantas nas Nossas Mãos" - Encontro Sénior de Usos Tradicionais de Plantas da Região no Centro de Dia do Centro Social e Cultural de Ribamar, reunindo os seus utentes e os participantes do Campo de Férias Sénior da Casa do Oeste. Durante esta iniciativa os participantes serão convidados a partilhar os seus saberes sobre as diversas plantas que crescem na região, quer para fins terapêuticos, culinários ou artesanais, terminando numa sessão colectiva de jardinagem de plantas aromáticas e medicinais e lanche partilhado. Informamos que a participação nesta actividade será exclusiva aos grupos seniores indicados e convidados. Esta actividade é organizada em colaboração com a Vaklouro - associação ambiental e cultural da Maceira.

- 8 JULHO - Saída de Observação de Aves com a ornitóloga Filipa Machado, anteriormente marcada para dia 3 de Junho e cancelada por más condições meteorológicas. A saída de observação e identificação de aves decorrerá no vale da Rocha e zona de Valmitão. Informamos que as inscrições para esta actividade se encontram lotadas.

Ainda a convite da organização do encontro do Movimento Internacional da Juventude Agrária Rural e Católica - MIJARC, a decorrer na Casa do Oeste entre 1 e 8 de Julho, a equipa Educar na Terra irá dinamizar o serão de dia 6 lançando aos participantes o desafio de construção de uma Sementeca (pequena biblioteca de sementes) para instalar e inaugurar na Loja Solidária da Casa do Oeste, durante a próxima Festa das Colheitas (28 de Outubro).  

Acompanhem as próximas actividades na nossa página de facebook Educar na Terra, em breve teremos mais novidades, e esperamos contar com a vossa presença!
 

NO CAMINHO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA
3º encontro de economia solidária
“As Soluções estão dentro de nós”

Em todo o lado, pelo mundo fora, o movimento para uma outra economia alarga-se, e sustenta-se, cada vez mais intensamente, numa prática diária amiga do “ bem comum”.
Este movimento, pudemos vê-lo no 3º. Encontro da Economia Solidária (sábado, 26 de Maio), na Casa do Oeste, espelhado em associações e experiências.
Na tarde de sexta, no Baldio do Vale da Trave (Alcanede), abrimos uma página do livro dessa economia, ao ver com os nossos olhos a forma de fazer e ser comunidade. Os 120 compartes do baldio cuidam da serra e da terra, decidem regularmente o que fazer, participam no tratamento da floresta, e tentam viver em harmonia com a natureza.
No sábado, essa onda manifestou-se noutras experiências. O Constantino Alves deu conta de como se lançou e estão evoluindo (vai para 7 anos), com o apoio de dezenas de voluntários, a Clínica Dentária Social e o Restaurante Social de Setúbal - respostas sociais às necessidades, aspirações dos carenciados, também eles envolvidos nos projectos.
A Catarina Canha e o Ricardo mostraram (num filme) como a Associação dos Moradores da Ferraria de S. João (Penela) teceu sustentabilidade depois do fogo ter cercado a aldeia (noite de 17 de Junho), arrancando mais de 50 mil eucaliptos, plantando mais de mil novas árvores, preservando o sobreiral, sempre em comunidade, interacção e parceria, para assegurar espaço para as gerações futuras, na aldeia.
De tarde, o Giorgio apresentou a CASA SEIS (Mira Sintra), centro de desenvolvimento à medida do bairro (realojamento e orientação social; OTL crianças e Jovens; atividades culturais e educativas de adultos…) numa aprendizagem de cidadania ativa, com integração socio-profissional, orientação, formação de base, apoio à procura de emprego.
O José João, da CASA DO SAL (Figueira da Foz) contou a sua experiência de muitos anos de redes colaborativas de nano-produtores, assente na máxima - podemos ser todos pro-sumidores, a partir do que temos e sabemos fazer, com vista ao bem comum.
O Rafael Drummond explicou o que visa a FESCOOP - cooperativa para o desenvolvimento das finanças éticas - apostada em encontrar as melhores soluções financeiras, para que haja retorno económico, retorno social e retorno ambiental.
No tempo de debate e aprofundamento em grupo, os participantes clarificaram ideias, consolidaram perspectivas, encontraram soluções, com as intervenções cuidadosas de Luciane Lucas e Pedro Hespanha (do Centro de Estudos da Universidade de Coimbra), de que num outro texto daremos conta.
No final, na Árvore da Sustentabilidade e na Mensagem de Compromisso apontámos conclusões e o caminho a seguir, para fazer as coisas acontecrem.
Voltaremos, com mais informação sobre estes últimos pontos, aos amigos.
Avelino Pinto



 
Festa da Família Rural na Casa do Oeste

Realizou-se no dia 20 de Maio passado a Festa da Família Rural na Casa do Oeste.

Pegando no tema central desta festa – O papel da família na educação para a ecologia integral – o ambiente foi de alegria, partilha e cooperação e o sentimento de reconhecimento pela família alargada que somos. Todos participaram, uns ajudando na preparação da celebração eucarística, outros nas vendas de produtos hortícolas, outros no bazar, outros na quermesse, outros assegurando que a participação dos grupos se processava harmoniosamente. E, antes de todas estas atividades, é de destacar o trabalho da equipa, que nos bastidores e antecipadamente, organizou o evento.
Uma festa de reflexão e de partilha de conhecimentos, na senda do aprofundamento e aplicação concreta da mensagem de Jesus, focando a família que é, por excelência, a principal escola e meio de transmissão dessa mensagem de Amor.
Citando a Exortação Apostólica "Amoris Laetitia" do Papa Francisco : "A Família é o âmbito da socialização primária, porque é o primeiro lugar onde se aprende a relacionar com o outro" , a Casa do Oeste regozija-se de poder proporcionar esta reflexão e celebração.
Pelas 9:00 horas da manhã começaram a chegar os participantes e pelas 10.00 horas, um considerável grupo de pessoas, ouviam com muito interesse a Filomena Almeida falar sobre  a importância e necessidade urgente de “famílias de acolhimento de crianças Guineenses que vêm a Portugal para tratamento médico, no Hospital de Coimbra”. Com o trabalho que tem sido desenvolvido junto da equipa médica do Hospital Pediátrico de Coimbra o número de crianças que vêm receber tratamento  está a aumentar exponencialmente e é necessário ter famílias que recebam e acompanhem as crianças enquanto duram os tratamentos.
Às 11:30 horas foi celebrada Missa presidida pelo Padre Batalha e seguida da Benção dos Campos. Os cânticos estiveram a cargo de um grupo de jovens da JARC dirigidos pela Sofia Ramos.
Eram já quase 2 horas da tarde, quando se iniciou o almoço convívio. Casa cheia e uma bela ementa confecionada pela equipa da cozinha.
Pelas 15:00 horas iniciou-se a Tarde Cultural – Teatro, Canto e Animação Cultural com a participação dos vários grupos da ACR que assumiram a apresentação de temas específicos. Estas participações foram enriquecidas com a intervenção musical de diversos jovens, nomeadamente do Valter com a gaita de foles, do Ruben com a sua bela voz acompanhada à viola e a abrir a apresentação do grupo da Salgueirinha, uma bela interpretação  da canção "A vida Toda" de Carolina Deslandes, pela Madalena e Susana.
Os grupos apresentaram os seus temas:
1. Grupo da Salgueirinha - Tema: "Família é um grupo humano formado por individuos com a ancestralidade em comum e/ ou ligados por laços afetivos e que geralmente vivem na mesma casa"
2. Grupo Caminhada – Tema: "Isolamento, Eutanásia e Desigualdades  Sociais"
3. Grupo de St. Isidoro – Tema: "Os dez Mandamentos da Ecologia"
4. Grupo de Ribamar – Tema: Adaptação Bíblica "A Samaritana"
5. Grupo dos Cabelos Brancos – Tema: "Somos uma Grande Família Solidária"
6. Grupo de Caldas da Rainha – Tema: "Vemos... Ouvimos e Lemos... Não podemos ignorar..."
7. Grupo da Lourinhã – Tema: "Cura o Mundo"
A par com estas apresentações, foram-se desenrolando as outras atividades de mostra e venda de produtos agrícolas da região; venda de filhoses, compotas, bolos; quermesse, bazar e livraria solidária.
O convívio e todas estas atividades, prolongaram-se até por volta das 18.00 horas.
Foi um dia em cheio, alegre e proveitoso.
Refira-se que, este ano, tivemos connosco um grupo de 65 pessoas de uma associação de reformados de Vila Franca de Xira que, integrado num programa de reconhecimento da região, nos presentearam com a sua agradável presença ao almoço e visita às instalações da Casa do Oeste.
Alda Vicente